Domingo, 19 Janeiro 2020 12 +  RSS  Carta ao editor
Domingo, 19 Janeiro 2020 12 +  RSS  Carta ao editor
Trends
17:17, 17 Fevereiro 2019

O efeito placebo pode curar uma dor de cabeça?


De acordo comneurologistas, Não – tratamentos com drogas Para combater a cabeça dor – o que é comumente chamado efeito placebo pode ter uma taxa de sucesso de cerca de 30% dos casos, desde que continuem por um mínimo de três meses. Embora elepode ser fácil parapensar, por causa da popularidade que parece quetemos em nossos dias, a homeopatia não é o único remédio para este modelo que pode ser usado como ummeio de tratamento paliativo de enxaquecas ou dores de cabeça, mas também deve levar em conta fatores como dieta, técnicas de relaxamento, as actividades desportivas ou resiliência do corpo.

 Pode o efeito placebo curar dores de cabeça? 

Poderíamos estender o conhecido efeito placebo a todas aquelas técnicas que, sem ter uma Base científica, Dão aos pacientes a impressão de doenças como enxaquecas ou dores de cabeça se forem curadas de suas respectivas condições. No entanto, estudos médicos a esse respeito determinam que, em qualquer caso, esses métodos podem realmente curar uma doença, embora possam dar uma leve sensação de melhora em um nível mental ou fornecer alguma recuperação física nos casos mais leves. Ou seja, em termos estritos, todas aquelas dores de cabeça que criamos recuperadas por técnicas alternativas À medicina tradicional, teriam desaparecido por si mesmas com a mera passagem do tempo.

Como métodos que atuam como Um efeito placebo Sobre doenças na cabeça, podemos incluir todas as terapias relacionadas a trabalho corporal, medicina oriental ou trabalho mental. Um dos campos mais conhecidos nesse sentido é o da acupuntura, técnica que, apesar de ter alguns adeptos para o tratamento das dores de cabeça, acumula numerosos estudos que rejeitam sua validade para pacientes desse tipo.

As Terapias dietéticas Pode também induzir um efeito placebo no corpo se que sofre de uma dor de cabeça. Especialistas dizem que a relação entre alimentação e enxaqueca é muito superestimada porque, de acordo com estudos, há muito poucos casos em que a ingestão de alimentos pode desencadear uma condição como a descrita.


2020 A revista da mulher