Domingo, 8 Dezembro 2019 12 +  RSS  Carta ao editor
Domingo, 8 Dezembro 2019 12 +  RSS  Carta ao editor
Trends
1:55, 09 Maio 2018

Fumar aumenta a possibilidade de excesso de peso


O tabagismo aumenta a possibilidade de excesso de peso, especialmente em ex-fumantes, mas também naqueles que não desistiram do hábito, segundo um artigo da Universidade de Navarra publicado na última edição da Revista Espanhola de Cardiologia (REC).

Na pesquisa, que contou com a colaboração do Instituto de Saúde Carlos III, 7.500 pessoas foram examinadas há pouco mais de quatro anos, a fim de avaliar a associação de dois fatores de risco cardiovascular muito importantes, como o consumo de tabaco e excesso de peso.

Os resultados do estudo mostraram que os participantes que pararam de fumar durante o acompanhamento tiveram um ganho maior em relação ao peso: mais de 1 quilo e meio nos homens e cerca de 1 quilo nas mulheres. No caso dos fumantes, esse grupo também apresentou um aumento maior de peso do que o daqueles que nunca fumaram: cerca de meio quilo nos homens e 0,36 kg nas mulheres.

Duplo risco para fumantes

A menor força de vontade quando se trata de cuidar da saúde é um possível fator comum entre os fumantes que engordam, de acordo com o Dr. Miguel Ángel Martínez-González, professor de Medicina Preventiva da Universidade de Navarra e diretor desta pesquisa. Martínez-González reconheceu que o fato de que os fumantes que continuam a fumar também ganhem peso são os dados que mais os surpreenderam.

Para o diretor deste trabalho, os fumantes que abandonam o hábito ganham peso é uma circunstância que os compensa pelos malefícios que o tabagismo envolve e tem solicitado a implementação de mais políticas de prevenção no nível das políticas gerais de saúde.


2019 A revista da mulher