Domingo, 19 Janeiro 2020 12 +  RSS  Carta ao editor
Domingo, 19 Janeiro 2020 12 +  RSS  Carta ao editor
Trends
19:11, 03 Dezembro 2016

A criatividade da Desigual triunfa em Nova York


Confesso que a primeira vez que visitei a nova loja Desigual, em Nova York, um bando de garotas japonesas, compradores histéricos, me interrompeu a enorme fila que haviam feito para entrar na nova boutique da marca espanhola. Mas ninguém tirou meu orgulho de ver de fora como os inovadores da moda triunfam na capital do mundo.

A crise derruba os antigos negócios, mas aumenta as pessoas criativas. A Yves Saint Laurent, a primeira empresa estrangeira a abrir em NY, fechou recentemente suas portas na 855 Madison Avenue após 41 anos. Uma sorte muito diferente é a que a Desigual teve. A loja já é referência no Soho de Manhattan, um ponto de encontro para quem marca as tendências da moda. Quem tem um nome na moda tem que estar lá.

Filas para entrar no New York Desigual

E quanto a Desigual? Seu nome já resume tudo. Ele quer conquistar o mundo com um estilo inovador, de fato, os artistas que trabalham para a marca também são responsáveis ​​pelo marketing da empresa e, a propósito, não pouparam detalhes para ter sucesso nos Estados Unidos. A loja tem apresentações essenciais no Flickr e no Facebook. Eles triunfaram antes de abrir a loja, a decoração do andaime foi destacada no New York Times.

Quando visitei a loja sem me identificar, pude ver que os profissionais que trabalham lá são muito atenciosos e bem treinados para orientar a clientela com ideias de bom gosto.

A loja que visitei, na 594 Broadway, era muito mais popular do que as lojas de luxo como Irregular Choice, Armani Exchange ou Tommy Hilfiger.


2020 A revista da mulher