Segunda-feira, 16 Setembro 2019 12 +  RSS  Carta ao editor
Segunda-feira, 16 Setembro 2019 12 +  RSS  Carta ao editor
Trends
22:07, 23 Março 2018

A atividade física é o verdadeiro antídoto para a obesidade


Maus hábitos alimentares são outra razão para a obesidade

Os critérios de beleza impuseram a figura estilizada e leve das adiposidades. Muitas pessoas sofrem para não engordar, enquanto outras são negligenciadas, ou cansadas de lutar contra os prazeres do paladar e engordar desproporcionalmente e acabar obesas.

Mas além dos padrões da passarela, a obesidade é um problema de saúde e está incluída nas epidemias que correm pelo mundo moderno com toda a carga de riscos envolvidos.

Segundo suas causas, especialistas classificam-na como obesidade endógena e exógena. O primeiro está associado a distúrbios neuroendócrinos e requer um rigoroso tratamento especializado. O exógeno, por outro lado, é o mais frequente e se deve a um equilíbrio inadequado entre a ingestão de alimentos e o gasto calórico diário.

Esse tipo de obesidade causa limitações no desenvolvimento social e laboral diário e também condiciona o surgimento de doenças como diabetes mellitus, artropatias, hipertensão arterial, distúrbios circulatórios. Está relacionado com 70 por cento das causas de morte no mundo desenvolvido e a Organização Mundial de Saúde (OMS) incluiu-o na sua lista de pandemias.

Os grandes culpados? no nível celular, é claro, já que ninguém obriga os obesos a comer como eles fazem? são os lipídios que, embora em organismos normais sejam uma fonte de energia insubstituível para o movimento e outras atividades vitais, nos obesos eles se acumulam excessivamente.

Maus hábitos alimentares e obesidade

Os maus hábitos alimentares, falta de atividade física e certos traços psicológicos típicos de cada pessoa são os fatores que levam À obesidade. Fala-se também da transmissão genética desta condição, embora esta causa ainda esteja em estudo.

A verdade é que os confortos introduzidos pelo homem em sua vida cotidiana são o terreno fértil ideal para um mal que, a longo prazo, afeta sua qualidade de vida. Toda vez que há mais avanços tecnológicos que são colocados em função do conforto, a ponto de, sem mudar de posição, podermos, por exemplo, ligar e desligar a TV e quanto dispositivo eletrônico foi inventado com controle remoto. Também é possível atender o telefone através do qual as chamadas, notícias, ações da bolsa de valores e até e-mails chegam agora. Tudo em função de economizar tempo e trabalho, mas também nos falta saúde.

Trabalho físico contra a obesidade

A vida implica movimento e o trabalho físico foi a força motriz da evolução do homem, sem ele é impossível desenvolver os potenciais fisiológicos com os quais somos dotados ao nascer. Não é, obviamente, renunciar ao conforto, mas incorporar a atividade física como o único antídoto capaz de reverter a tendência ao excesso de peso e seu último e mortal passo: a obesidade.


2019 A revista da mulher