3º Ciclo ‘A Saúde Mental no Cinema’ discute arte e inclusão social

Após o sucesso das duas primeiras edições, no segundo semestre de 2011 e em maio deste ano, o site CineZen, a Associação Projeto TAMTAM, e o Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Baixada Santista (PAI-BS) realizam pela terceira vez o ciclo A Saúde Mental no Cinema, tendo em vista o Dia Mundial da Saúde Mental (10/10). Assim como nas ocasiões anteriores, serão exibidos três filmes, seguidos por bate-papos com o diretor da ONG, Renato di Renzo, os psiquiatras do PAI – doutores Eduardo Calmon de Moura, Fernando Venturini e Sidney Gaspar, e o assistente social Alexandre Cruz, que devem se revezar na programação -, e o editor do CineZen, André Azenha, que mediará a série.

Nesta terceira edição, os longas escolhidos são: “Preciosa” (12/10), aborda a violência doméstica, bullying e síndrome de down; “À Beira da Loucura” (19/10), retrata os suicidas; e “Íris” (26/10) é sobre o mal de Alzheimer. O projeto tem apoio cultural da Vídeo Paradiso.

Nos encontros, iniciados sempre às 19h e abertos ao público geral, serão distribuídos gratuitamente pipoca e refrigerante. Ao final de cada bate-papo, haverá sorteio de brindes: ingressos de cinema, vales-locação de filmes, livros, entre outras surpresas. Para a entrada, pede-se a gentileza de um brinquedo novo ou em bom estado para a ação Na Trilha do Noel, da ONG TAMTAM.

“Como sempre a TAMTAM tem o prazer de somar-se a parceiros que atuam em limiares que comportam Arte e Saúde Mental! O CineZen complementa nossas ações e soma, através da sétima arte: o cinema! Loucura boa e prazerosa!”, comemora Renato di Renzo.

“A realização pela terceira vez de um encontro de cinema e saúde mental é a prova de que, em rede, conseguimos trabalhar em prol de uma sociedade inclusiva de fato. Os encontros são vivos, participativos, críticos e construtivos”, celebra Cláudia Alonso, coordenadora da TAMTAM.

Para André Azenha, o ciclo traz ao público o lado transformador do cinema. “Os filmes podem entreter, sim, mas há aqueles que transcendem, geram reflexão, debates, utilizam fatos da sociedade nem sempre retratados como poderiam, para chamar a atenção do público. E essa é uma das funções da arte”, explica o jornalista.

SERVIÇO: 3º Ciclo “A Saúde Mental no Cinema”Quando:
– 12 de outubro (sexta), 19h: “Preciosa”- 19 de outubro (sexta), 19h: “À Beira da Loucura”- 26 de outubro (sexta), 19h: “Íris”

Onde: Café Teatro Rolidei – Avenida Senador Pinheiro Machado, 48, 3º piso do Centro de Cultura Patrícia Galvão, Vila Mathias, Santos

Entrada: Um brinquedo novo ou em bom estado para a ação NA TRILHA DO NOEL

Mais informações: editor.cinezencultural@gmail.com

 

Sobre os filmes:

PRECIOSA – UMA HISTÓRIA DE ESPERANÇA
(Precious, 2010).
Direção: Lee Daniels – 110 minutos.
1987, Nova York, bairro do Harlem. Claireece “Preciosa” Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Violentada pelo pai (Rodney Jackson) e abusada pela mãe (Mo’Nique), ela cresce irritada e sem qualquer tipo de amor. O fato de ser pobre e gorda também não a ajuda nem um pouco. Além disto, Preciosa tem um filho apelidado de “Mongo”, por ser portador de síndrome de Down, que está sob os cuidados da avó. Quando engravida pela segunda vez, Preciosa é suspensa da escola. A sra. Lichtenstein (Nealla Gordon) consegue para ela uma escola alternativa, que possa ajudá-la a melhor lidar com sua vida. Lá Preciosa encontra um meio de fugir de sua existência traumática, se refugiando em sua imaginação. Ganhou Oscars de roteiro e atriz coadjuvante.

———

À BEIRA DA LOUCURA
(On the edge, 2011)
Direção: John Carney – 95 minutos.
Jonathan (Cillian Murph), é um rapaz que tem tudo para vencer na vida. Dinheiro, saúde, juventude, beleza… Não foi à toa que todos se surpreenderam quando ele pegou seu carro e se atirou do alto de um penhasco. Jonathan escapou da morte por um milagre, e agora recebe ajuda do Dr. Figure, um homem experiente, capaz de enxergar além das aparências do jovem revoltado. Ao entrar em contato com suas próprias angústias, Jonathan agora precisa desesperadamente compreender a si mesmo. Mas não sem antes se apaixonar pela enigmática Rachel.

———- 

ÍRIS
(Iris, 2001) – 91 minutos.
Direção: Richardo Eyre
O filme retrata a vida da escritora e filósofa britânica Jean Iris Murdoch (1919 – 1999), baseado em dois livros biográficos escritos por seu marido, o também escritor e professor John Bayley. Em 1950, Iris (Kate Winslet) conhece seu futuro companheiro, que fica imediatamente impressionado com a ingenuidade e talento artístico da jovem. Surge o namoro que acaba em casamento, que décadas depois, continua vibrante e cheio de amor. Iris (Judi Dench) tornou-se uma celebridade, mas começa a apresentar os primeiros sintomas do mal de Alzheimer, perdendo gradualmente a memória e sofrendo ataques de demência. Apenas o amor de John permanece ao lado de Iris nos últimos dias de sua vida.

——– 

Sobre as instituições organizadoras do ciclo:

PAI BS: O Pólo de Atenção Intensiva em Saúde Mental da Baixada Santista – PAI BS é uma unidade psiquiátrica de internação breve que objetiva garantir ao indivíduo portador de transtorno mental em quadro agudo, tratamento intensivo, eficaz e atendimento de excelência. O PAI BS disponibiliza aos usuários e seus familiares um suporte transdisciplinar em uma estrutura humanizada e segura, visando a reinserção social. A unidade é referência para os nove municípios da Baixada Santista.

Associação Projeto TAMTAM: atua em Santos, na área de arte, diversidade e saúde mental, oportunizando para a população o acesso à cultura, em ações que promovem diariamente a inclusão. As atividades promovidas pela entidade são: Teatro para crianças, jovens e adultos, Balé e Jazz, Literatura e Poesia, Reciclagem e reutilização de objetos, além de oficinas, palestras e ações junto às comunidades. Todas as ações são inclusivas. Atualmente a instituição atende gratuitamente 180 beneficiários. Mais em www.tamtam.art.br.

CineZen: Site independente sobre cinema, DVD e Blu-ray, TV e eventualmente literatura, quadrinhos, teatro, música e artes plásticas, lançado em 29 de março de 2009. Tem o objetivo de informar, analisar obras e cobrir eventos dessas áreas (com atenção para a Baixada Santista) e prestar serviços. Semanalmente publica críticas das estreias de cinema e lançamentos em home vídeo, desde filmes contemporâneos até clássicos e cults. Tem colaboradores de Santos, São Paulo, Santa Catarina, Recife. Atualmente conta com 80 mil acessos únicos mensais. Também presta serviços de produção cultural e assessoria de comunicação. www.cinezen.net.

Apoio cultural:

Vídeo Paradiso: Locadora que completou 20 anos de atuação em agosto de 2011, possui um acervo com mais de 17 mil títulos, entre DVDs, Blu-rays e fitas VHS. Tem sido parceira e apoiado projetos culturais da região, como da Cinemateca de Santos, Cineclube Lanterna Mágica, Oficinas Querô, cujos curtas são disponibilizados para locação gratuita, Sesc, Curta Santos e o CineZen. Mais em www.videoparadiso.com.br.